domingo, 28 de agosto de 2011

Livros lidos

Fazia um tempão que eu não lia nada! Muito feio! E infelizmente não consegui alcançar a meta que tinha proposto para mim! Em vez de quatro, li só dois livros esta semana que passou!

Será que na semana que começa hoje eu consigo ler mais? Ao menos três livros?

Tentarei! Mas, enquanto isso, vamos aos livros lidos na semana passada!

Livro 29: As cinco linguagens do amor - Gary Chapmam
Não sou fã de leitura de livros de auto-ajuda. Não gosto do tipo: "faça isso e sua vida vai ser perfeita". Até porque não acredito nisso!
Porém, gostei desse livro. Porque ele reforça que não é fácil! Que amar exige dedicação e esforço entre as partes. Que estar em um relacionamento exige mais do que somente amor, exige dedicação. 

Eu gostei da abordagem do autor. Recomendo o livro para os namorados, casados, solteiros... 
O livro é da Editora Mundo Cristão. Não sei o preço, pois ele está indisponível no site e eu ganhei o meu de presente de uma amiga muito querida (obrigada, Carol). São pouco mais de 200 páginas! E a leitura é realmente envolvente!

Livro 30: Insaciável - Meg Cabot

Podem me chamar de adolescente! Mas a verdade é que eu adoro os livros da Meg Cabot. Eu me divirto, relaxo, dou muita risada... Já li vários dos livros dela... Toda a coleção do Diário da Princisa, a coleção Big Boned, a série A Mediadora e muitos outros! Adoro mesmo! Para saber mais dela, é só ir no link http://pt.wikipedia.org/wiki/Meg_Cabot.

Esse conta a história de Meena e da sua paixão, um principe vampiro! Meg Cabot usa várias referências pops no livro. O que aumenta a graça do livro. É um livro de vampiros que parece não se levar muito a sério. 

O livro é da Editora Galera Record. O meu custou R$ 39,90. A tradução é de Regiane Winarski e a edição é deste ano mesmo, 2011. São 502 páginas. Mas a leitura é bem fácil e você nem sente o tempo passando! 

Recomendo a leitura! Sabe aquele domingo sem graça? Então... Ele vai te animar e a semana já vai começar melhor!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Prazo acabando

Ok... Só tenho mais sexta e sábado e só li um livro esta semana! Será que eu consigo ler ao menos mais um????

domingo, 21 de agosto de 2011

Domingão

Pretendo ler, hoje, três livros, no total de 1.082 páginas!

Será que eu consigo? Acredito que não! Mas até o fim da semana, pretendo ler estes três e mais dois! 
O desafio está lançado! Cinco livros até sábado que vem!

Alguém me acompanha?

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Links

Estou lendo uns dez livros no momento... O problema é que a leitura de nenhum deles vai para frente!

Tentarei compensar nas férias! Tenho uns vinte livros para ler em 15 dias! Fora as viagens! E fora as outras programações (do tipo: arrumar casa!).

Acho que não vou dormir durante as férias! 

Mas o post nem é para falar sobre as minhas enrolações ou sobre os planos mirabolantes para as minhas férias...

Este post é só para indicar dois sites que eu adoro!


Dêem uma olhada especial no post http://www.nerdsdevestido.com.br/v1/destaque/n-v-top-5-autores-nerds/

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Blogagem Coletiva – Qual a importância você dá a escola?


Mais uma vez, inspirada pelo site Livros e afins, me junto a uma blogagem coletiva.

Vou começar copiando o e-mail que o Alessandro, que é o dono do site Livros e afins, colou no post dele.

“(…) o movimento é um convite do Instituto Unibanco que tem uma série de metodologias em seu programa de voluntariado, que é focado no ensino médio e no combate à evasão escolar nesta fase no ensino público.
Nós compramos a ideia e estamos bem acompanhados nesta ação que acontece amanhã, 11/08, dia de relembrarmos histórias inspiradoras, nossas ou de convidados que escolhermos para postarem em nossos blogs, de quem perseverou nos estudos e tem uma vida melhor por conta disso, mas também alertar os leitores de nossos blogs (twitter, facebook) sobre a gravidade da situação. Para quem quer ler mais, tem muita coisa no site Estudar Vale A Pena, no Relatório de Atividades com dados de 2010, no Facebook e Twitter (@inst_unibanco), além do canal de youtube, onde é possível se inspirar vendo a lista de vídeos feitos por alunos e favoritados pelo pessoal.
O pessoal criou também selos para a blogagem, se quiserem usar, basta incorporar o código que está aqui (ou inserir a imagem em anexo) no post.
P.S. E para quem quiser convidar os amigos menos geeks, aqui tem um texto que conta o que é uma blogagem coletiva http://bit.ly/qKneTC.”

Não acho que minha história escolar seja inspiradora. Eu não tive de superar desafios para ir à escola. Por isso não vou falar da minha experiência.

Vou escrever minhas divagações a respeito da escola.

Eu sei que as escolas têm muito que melhorar, em especial das escolas públicas. Eu conheço a realidade da maior parte das pessoas que passam pelo ensino público. Conheço, pois minha mãe foi professora pública por anos. Porque no meu trabalho temos adolescentes trabalhadores. E vejo a precariedade do ensino público que é oferecido a eles. Sei também, pois já fui alfabetizadora de adultos.

É fato. O ensino brasileiro é falho. Pode-se melhorar. E muito. E falo não só do ensino público, mas falo de todo o ensino escolar brasileiro. Inclusive o superior. E do ensino superior eu falo por experiência própria já que passei por 4 faculdades de ensino superior. Três em Brasília e uma em Manaus.

Porém, ainda assim, até para termos o discernimento de que o ensino pode ser melhor, temos de estudar. É através do estudo que aprendemos e passamos a entender possíveis fragilidades e a importância do conhecimento.

É estudando que abrimos as portas para o conhecimento. É estudando que nos livramos de todas as amarras. É estudando que vamos para frente.

Sim... Estudar não é fácil. Mesmo para os que tiveram sorte, como eu, e puderam estudar em bons colégios e dedicar-se inteiramente a isso. Mas estudar vale realmente a pena. Estudar pode te mostrar novos caminhos, novas vidas, novas pessoas, novos países, novas realidades...

Por isso, eu apoio: #estudarvaleapena

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A estante da espera


Sim... Eu sou viciada em livros... Não é só em ler... Eu sou viciada em livros. Adoro!!!!!!

Por conta disse, existe uma dificuldade em entrar em livrarias e sair somente com um livro. Entro, compro dois, três ou mais... 

O que acontece depois?

Começo a ler uns dois ou três ao mesmo tempo. Aí empolgo com um e largo os outros. Que vão parar na "estante da espera".

A "estante da espera" é uma estante onde estão todos os meus livros que eu ainda tenho de ler.

Ou seja, a cada visita a uma livraria, aumenta a quantidade de livros...

Isso sem contar com os livros que pego emprestado na biblioteca do meu trabalho, nos livros que ganho de presente e nos livros emprestados pelos amigos. Ou seja, a "estante da espera" vai aumentando com as minhas aquisições que são relegadas ao fim da lista de leitura. Afinal, primeiro preciso ler os livros emprestados para devolvê-los e os livros ganhos para prestigiar quem deu o presente.

Vale fazer duas observações antes de colocar uma foto da tal estante... 

A primeira é que a última prateleira é de livros que eu já li ou de dicionários e tem uns quatro ou cinco livros já lidos e que eu quero reler no meio dos inéditos. 

A segunda observação é "desculpem pela bagunça". Esse é o "outro" quarto. O da bagunça!

Aí vai a foto:







terça-feira, 9 de agosto de 2011

Amigo Secreto

Tem fotos do primeiro amigo secreto no link Wishing a book.

Tem foto minha lá! 

E tem novo amigo secreto no Garota que lê.

Vou me inscrever agora!!!!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Dois mil acessos e Afilhado

Primeiro eu gostaria de agradecer a cada uma das pessoas que entrou no Livros e Pipoca! Chegamos aos 2.000 acessos! Sei que isso não deve ser nada comparado aos blogs de sucesso! Mas eu estou feliz demais e orgulhosa mesmo!

Dois mil acessos em menos de quatro meses! Oba!!!! =)

E sobre o afilhado do título... O meu aparece nesse comercial:


É o de moicano! Coisa linda demais! Eu sou madrinha babona mesmo!

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Dois livros e muitos links...



Livro 27: Na companhia da cortesã – Sarah Dunant

Vou começar com os dados técnicos do livro. É publicado pela editora Record e a tradução é de Ana Luiza Dantas Borges. A edição que eu peguei emprestada é de 2008. E são 389 páginas.

Adorei o livro. É um romance histórico. Ou seja, a partir de um fato ou uma personalidade histórica, cria-se uma história. Acho que são meus tipos de livros preferidos. Por isso sou tão fã de Bernard Cornwell e da Philippa Gregory.

O livro conta a história de Fiammetta Bianchini que é a cortesã do título e do seu amigo/cafetão/parceiro o anão Bucino Teodoldi. A história começa com ambos fugindo de Roma após uma invasão espanhola e seguindo rumo à Veneza. E o livro trata, principalmente, da vida desses dois em Veneza e das pessoas que os cercam.

O livro é realmente muito bom. E vale a leitura que é fácil e rápida. Apesar de serem 389 páginas (para os que podem reclamar da quantidade de páginas), o livro é envolvente e dá para ler super rápido.

Livro 28: Noites de Tormenta – Nicholas Sparks

Assim como o livro anterior, vou começar com os dados técnicos do livro. É publicado pela editora Novo Conceito e a tradução é de Saul Barata. A edição que eu peguei emprestada é de 2008. E são 173 páginas.

É um livro curtinho e dá para ler em um ou dois dias.

O livro conta a história de Adrienne Willis e da redescoberta do amor. A minha ressalva é que (sem querer estragar), não temos um final feliz. Assim como o outro livro que eu li do Nicholas Sparks. Será que algum deles tem um final feliz? Do tipo: “e viveram felizes para sempre”?

Ok! Sei que a vida real não é assim! E mesmo os casais que continuam juntos por anos e anos têm de superar dificuldades e passam por “noites de tormenta”. Mas é um livro... Eu quero finais felizes! De finais tristes, o telejornal está cheio!

Provavelmente, existem opiniões de que não se trata de uma história triste já que é uma história, antes de tudo, sobre a vitória do amor e sobre amar e ser amado. Continuarei achando triste... Quero protagonistas ficando velhinhos juntos!

Uma coisa que eu senti lendo o outro livro do autor e lendo este, é que ao acabar o livro, eu fico com uma vontade de abraçar quem eu amo. Sabe? De gritar “eu te amo”, de fazer declarações de amor, de abraçar, de namorar. Se eu não amasse, acho que ficaria com vontade de me apaixonar.



Vários links:

Ainda quero ir:

Adele, adoro!

Última refeição:

Comidas com ingredientes nojentos: