terça-feira, 31 de maio de 2011

Sites de livros que eu gosto - Livros


Alguns têm livros para download, outros falam sobre livros, tem ainda um que é uma rede social para leitores... Depois lembro de outros e aumento a lista!

Para baixar:

Sites pessoais sobre livros:
http://bibliolatras.blogspot.com/

Rede social:

Para comprar - Sebos:

Geral:

Livros lidos - 2011


Livro 13: A mulher habitada – Gioconda Belli

Adorei! Comecei meio devagar, sem saber muito bem onde a história ia parar. Mas conforme a leitura foi avançando, fui gostando cada vez mais do livro. Lembrou-me um pouco do livro ‘Fazes-me falta’ da Inês Pedrosa. Não na história em si, já que os dois livros são totalmente diferentes, mas no “feminino” presente nas duas narrativas.

Livro 14: Tu, Só Tu, Puro Amor – Machado de Assis
Livro 15: Memorial de Aires – Machado de Assis

No site http://www.machadodeassis.org.br/ é possível encontrar livros do grande escritor Machado de Assis.

Não consigo entender o preconceito que algumas pessoas têm com a literatura brasileira clássica. Será a forma como ela é ensinada nos colégios?

Eu, particularmente, adoro! Talvez por gostar tanto de História e nessa obras, conseguir visualizar um pouco da realidade de cada época e de cada autor.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Blogagem Coletiva

Já estava com vontade de escrever um post sobre o site Domínio Público e o site Livros e Afins fez isso hoje indicando uma blogagem coletiva. Quer melhor hora para falar sobre o assunto?

Vou falar aqui, inicialmente, que aquele e-mail que circula, fazem anos, sobre o site é falso. O site Domínio Público é bem acessado e não corre o risco de sair do ar... Mas isso não quer dizer que deve-se parar de acessá-lo ou de aproveitar as obras que ele dispõe para a população.

Ou seja, vá ao site, pesquise, baixe... Tudo muito prático, de graça e de maneira totalmente lícita!

domingo, 22 de maio de 2011

Livros lidos em 2011

Livro 12: As seis mulheres de Henrique VII - Antonia Fraser

Adoro as histórias de Henrique VIII. Acho maravilhoso aprender mais sobre esse tema que tanto me interessa. Esse livro é bem histórico e serve ao seu propósito. Algumas vezes, achei um pouco cansativo pelos detalhes que a autora incluiu no livro. Mas eu recomendo para os que gostam de história e que gostam da história dos Tudors.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Interessante


Ao compilar a minha lista de livros nos anos de 2007, 2008 e 2009, eu pude notar exatamente quando eu lia mais ou lia livros que exigiam um pouco mais de mim... E ao ver os comentários e ver as datas, ia lembrando o que se passava na época... Casamento, mudança de casa, monografias, provas, mudança de serviço, viagens... Tudo isso influenciou a quantidade e os gêneros dos livros lidos.


segunda-feira, 16 de maio de 2011

sábado, 14 de maio de 2011

Dançando...

Vontade de sair dançando: http://www.youtube.com/watch?v=ZYL3j27sSH8,

Ps: Eu não danço NADA!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Livro lidos em 2011


Livro 11: O mundo pós-aniversário - Lionel Shriver

Eu já havia lido ‘Precisamos falar sobre o Kevin’ que é da mesma autora. Adoro o livro e recomendo. Vale realmente a leitura e provoca uma reflexão em quem o lê.

O mesmo acontece nesse livro. Bem... Ao menos aconteceu comigo. O livro te faz refletir sobre as pequenas decisões cotidianas (no livro, uma decisão nem tão cotidiana) e que influenciam profundamente sua vida. Podendo mudar todo seu futuro.

O livro é sobre uma mulher que deve decidir se beija ou não outra pessoa que não o seu companheiro. A partir daí, duas histórias se desenvolvem. Uma em que ela cede ao desejo e beija esse outro cara. E uma em que ela resiste e permanece fiel.

Refleti muito sobre algumas decisões da minha vida. Continuar ou não um namoro. Comprar ou não uma casa. Largar ou não a faculdade. Aceitar ou não uma promoção. Ir ou não fazer a prova para meu atual emprego.

Eu não sou muito uma pessoa de olhar para o passado. Afinal, o que está feito, está feito. Infelizmente, ou felizmente, não pode ser mudado! Mas, depois do livro, realmente pensei em como minha vida podia estar hoje se tivesse tomado algumas decisões diferentes. Cheguei à conclusão de que ainda que algumas decisões tenham sido ruins (e algumas foram extremamente ruins), eu estou muito satisfeita de como minha vida é hoje. Isso me leva a outra conclusão, mas que é a respeito do final do livro e não quero estragar a leitura para ninguém, então guardá-la-ei para mim!!!

Isso sem nem contar àquelas que tomamos todos os dias e que algumas vezes nem chegamos a pensar nelas. Algumas coisas que fazem tanto parte de nós e que não chegamos a pensar que podemos sim tomar decisões diferentes. Algumas vezes, obviamente, não vale a pena pensar em mudar.

Falando em decisões. Qual é a maior que toma conta da vida de vocês no momento? Atualmente a grande questão da minha vida é quando ter filhos!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Blogagem Coletiva

Mais uma do site http://livroseafins.com/.

E esse é só Ctrl C e Crtl V.

A ideia partiu da Roberta Fraga, que acabou de publicar um post sobre a Fundação Dorina Nowill.
Segundo o site:
Há mais de seis décadas, a Fundação Dorina tem se dedicado à inclusão social das pessoas com deficiência visual, por meio da produção e distribuição gratuita de livros braille, falados e digitais acessíveis, diretamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 1.400 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. A Fundação Dorina Nowill para Cegos também oferece, gratuitamente, programas de serviços especializados à pessoa com deficiência visual e sua família, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade.
E mais:
A instituição produziu ainda mais de 1.600 obras em áudio e cerca de outros 900 títulos digitais acessíveis. Além disto, mais de 17.000 pessoas foram atendidas nos serviços de clínica de visão subnormal, reabilitação e educação especial.
Sinto que uma iniciativa como essa merece o apoio deste blog e de toda a comunidade leitora/blogueira de que ele faz parte.

Para participar

Para participar da blogagem coletiva, faça um post como este divulgando o trabalho da Fundação Dorina Nowill. Se não souber o que escrever, pode até usar do bom e velho control c/control v.

Lendo atualmente...

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Blogagem Coletiva


Um dos sites que eu mais gosto é o Livros e afins (juro que pura coincidência que tem o mesmo nome do fotolog). De vez em quando, surgem sugestões de blogagens coletivas.


Que livro marcou a sua vida e você recomenda?

Foram vários. Complicado dar um único nome de livro quando amo tantos livros. E cada um faz parte de um momento da minha vida e cada um serviu para um propósito. Como o livro Jane Austen: A Vampira - Michael Thomas Ford. Ótimo livro. Recomendo. Pra que serviu? Para eu rir e passar o tempo no aeroporto.

Posso citar ainda toda e qualquer poesia de Vinicius de Moraes, o livro ‘Fazes-me falta’ da Inês Pedrosa, ‘A marca de uma lágrima’ e ‘Feiurinha’ do Pedro Bandeira, ‘A menina que roubava livros’ do Markus Zusak, ‘O Conde de Monte Cristo’ do Alexandre Dumas, ‘Travessuras da menina má’ do Mario Vargas Llosa, ‘A cidade do sol’ de Khaled Hosseini, ‘O menino do pijama listrado’ de John Boyne, ‘Castelo de Vidro’ da Jeannette Walls, ‘O Caso de Charles Dexter Ward’ do H.P. Lovecraft, ‘Precisamos falar sobre o Kevin’ da Lionel Shriver, ‘Francisco de Assis: O Santo Relutante’ de Donald Spoto, ‘Inés da Minha Alma’ da Isabel Allende...

Cada um desses livros e de todos os outros que eu li marcaram a minha vida de alguma forma.

Que livro você se arrepende de ter lido e não indica de maneira nenhuma?

A última frase da pergunta acima serve para esta pergunta também. Cada um desses livros e de todos os outros que eu li marcaram a minha vida de alguma forma. Alguns de forma bem ruim.

Já citei aqui todos os livros da série Gossip Girl. Também não sou a maior fã de livros de auto-ajuda apesar de já ter lido vários.

Aqui também cito ‘Leis de Murphy e outros motivos porque tudo dá errado’ do Arthur Bloch (e todos os livros da série). Ou ‘Mulher: Manual do Proprietário’ do Carlos Queiroz Telles. ‘O Código Da Vinci’ do Dan Brown. E ‘Como enlouquecer sua sogra’ de Andrey do Amaral. Esses são alguns dos livros que eu realmente não gostei.

Porém, indico todos eles. Por que? Pelo motivo que expus no primeiro post do site e que reproduzo aqui:

“Antes de começar o post de hoje, vou avisar que eu detesto críticas literárias... E por quê? Porque me deixam com a sensação de que eu serei influenciada pelo crítico... Porque, de um livro, as pessoas entendem o que querem... Ler é uma experiência muito pessoal... O que eu entendi, serve para mim! Não serve para você... Ou seja, ainda que eu leia um livro e o deteste, leia também. Você pode amá-lo! E ainda mostrar-me um novo ponto de vista... “